Estímulo para ver e viver melhor.

Cuidar da visão na infância é cuidar do desenvolvimento e da aprendizagem da criança, típica ou atípica.

by maria amélia m. franco e cia.

A partir da minha história, escrevendo um futuro diferente.

Sabendo do meu histórico de ambliopia, desde os primeiros meses, Ceci realizava visitas periódicas ao oftalmologista.
Com pouco mais de 1 ano e meio eu notei os olhos dela desviarem (ela olhava para uma direção e um dos olhos não acompanhava). Entendi que minha missão começava ali. Queria que com ela fosse diferente!
O desafio inicial já foi um empurrão para criar este Blog: o agendamento da sessão de terapia era complicadíssimo! Muitas crianças com baixa visão e poucos profissionais indicados com disponibilidade.

Maria Amélia Franco, fundadora do Visão na Infância, com sua filha Cecília

Sou comunicadora e minha formação revelou em mim o ideal por promover a vida através da informação. Assim nasceu este blog, um projeto pessoal, que me tornou uma pesquisadora incansável sobre visão e aprendizagem.

Sou amblíope e quis escrever uma história diferente para minha filha e, agora, para outras crianças.  Aprendendo cada dia mais sobre neurovisão, quero ajudar pais, terapeutas e professores com medidas importantes nos cuidados com a saúde ocular, o desenvolvimento visual e a baixa visão na infância.

Com muita gratidão, abraço esta causa com amigos oftalmologistas, educadores, terapeutas, psicopedagogos… que compartilham seus conhecimentos por aqui, me assessoram e me ajudam a concretizar este projeto. E também com minha família, que me apoia a seguir em frente e além. 

SAÚDE OCULAR
E VISÃO

Os cuidados com a saúde ocular e a visão na infância começam muito antes do bebê nascer, durante a gestação. Depois vêm as consultas de rotina ao pediatra e os exames de vista periódicos, além da atenção dos pais para os riscos de traumas e os sinais de problemas com a visão e o desenvolvimento da criança. Há tanto a falar e compartilhar, acompanhe no blog!

Ambliopia

AMBLIOPIA E ESTRABISMO

Um jeito simples de explicar ambliopia é dizer que o “olho preguiçoso” não se desenvolveu, então não consegue enxergar bem. Apesar de geralmente enxergar com o outro olho, viver com ambliopia não é bem assim tão normal como muitos dizem. Um das causas de ambliopia é o estrabismo, mas muitas vezes o desvio fica em evidência e a ambliopia é descuidada pelos pais. Vamos dar a devida importância à ambliopia na infância, há muito para compartilhar com você por aqui.

TAMPÃO OCULAR

Tampão ocular é parte do tratamento de ambliopia e estrabismo. Para tirar de letra, trazemos opções de modelos em um quadro comparativo com as vantagens e desvantagens de cada um. Você aprende como aplicar o tampão sem erros e as melhores práticas para diminuir o desconforto e as irritações. Siga conselhos e dicas para você enfrentar as dificuldades, criar uma rotina de uso do oclusor e melhorar a adesão da criança à terapia.

BAIXA VISÃO

Há um universo de possibilidades para a criança com visão subnormal aprender a ver e se desenvolver bem, com autonomia e independência. Além do foco na neurorreabilitação visual, juntos, podemos transpor as dificuldades enfrentadas no dia a dia pela baixa acuidade visual, redução severa do campo visual, alterações corticais e de sensibilidade a contrastes, tão comuns na baixa visão. Vamos focar no que é possível fazer e promover melhores condições de aprendizagem, locomoção e execução das atividades de vida diária.

ESTIMULAÇÃO VISUAL

O cérebro se molda pela experiência e pela prática, é o que chamamos de plasticidade cerebral. Isso tem tudo a ver com a aprendizagem e com a reabilitação visual, porque somos capazes de criar novas conexões neurais na nossa caixola, apesar da perda ou debilidade de uma função, como a visão. É aí que a estimulação visual e outras técnicas de neurorreabilitação visual entram! Assim, mostramos que com atividades lúdicas adequadas é possível ensinar o cérebro a ver e habilitar a criança a enxergar usando da melhor forma todo o seu resíduo visual com os demais sentidos. E estimular é ótimo, tanto para a maturação natural do sistema visual, como nos casos de doenças oculares e cerebrais que impactam no desenvolvimento da visão.

DEFICIÊNCIA VISUAL CORTICAL

A visão acontece no cérebro! É preciso ter isso em mente e fugir da ideia de que simplesmente vemos com os olhos. Isso prejudica a compreensão de muitos profissionais de saúde, pais e professores sobre a deficiência visual de causas não oculares, conhecida como deficiência visual cortical (DVC). Vamos compartilhar conceitos e práticas que são referência sobre esse assunto!

download de nossos ebooks e infográficos

Publicações especiais

Reunimos em um só lugar materiais exclusivos para você baixa e se aprofundar no conteúdo. Confere lá: infográficos super explicativos e eBooks que valem a pena ler, pois têm informações realmente úteis. Além de outras publicações que indicamos para você. 

Una-se a nós, por um novo olhar sobre o desenvolvimento e a aprendizagem da criança.

Faça como milhares de pais e profissionais que já recebem grátis
nossas publicações. cuidE da visão na infância e compartilhE O que aprende !

 | Nossos emails são esporádicos e não lotam sua caixa de mensagens. |