Pareamento e justaposição: você sabe como explorar esse recurso?

18/04/2018 1 Por Maria Amélia Franco e Suellen Polati
Pareamento e justaposição: você sabe como explorar esse recurso?

Você sabe como explorar bem atividades com placas de pareamento e justaposição? Elas são as queridinhas dos professores, psicopedagogos, terapeutas ocupacionais e de tantos profissionais que atuam no desenvolvimento visual e cognitivo. Mas nem sempre usam tudo que este recurso oferece.

Os pais também devem conhecer e saber escolher jogos e brincadeiras que estimulem as habilidades visuoperceptivas! Então acompanhe aqui, mostraremos como as usamos nos atendimentos, desde crianças com baixa visão, até mesmo àquelas com estrabismo.

Afinal, o que é parear e justapor?

JUSTAPOSIÇÃO

atividade de justaposição

Justapor significa pôr junto. É o primeiro passo, onde as figuras são colocadas sobrepostas por semelhança. Estimula a criança a perceber as imagens iguais.

PAREAMENTO

atividade de pareamento

Parear, nada mais é do que juntar em par; emparelhar; combinar; compatibilizar; comparar-se a; unir-se. Ao realizar pareamentos o objetivo é associar e reproduzir um padrão: a criança/adulto visualiza um modelo e com figuras e objetos, iguais ou não, o reproduz (já, já mostrarei exemplos).

Placas para pareamento e justaposição: feito Bombril, mil e uma utilidades!

Existem diversas possibilidades de se trabalhar com as placas:

  • percepção de contrastes
  • percepção figura-fundo
  • percepção de uma parte em relação ao todo
  • percepção de distâncias e de posição
  • discriminação de cores e formas
  • noção de sentido e direção
  • descrição de detalhes.

Eu atendo crianças com estrabismo e uso essa técnica também para favorecer o rastreio visual e os movimentos de adução ou abdução. Ou seja, para estimular que os olhos se movam em direção ao nariz ou à têmpora (acompanhe, ainda vou contar como). E tem mais! É uma atividade indicada para quase todas as idades. Vamos entender melhor!

Para cada idade e fase, uma atividade

Meu filho tem dois anos. Atividades de pareamento e justaposição são indicadas para ele?

Sempre dizemos que cada caso é um caso, e o que vai influenciar aqui é: como está a visão desse pequeno?

Portanto, costumamos migrar aos poucos para essas atividades. Na medida em que começam a identificar uma placa isolada – como a figura de uma bola, casa, mão, pé, ou até mesmo algum personagem de desenho favorito -, entendemos que é possível iniciar as placas de justaposição com ela. E, posteriormente, as de pareamento.

Com a placa única é preciso iniciar testando contrastes, tamanhos e a que distância a criança enxerga e reconhece a imagem, aumentando gradativamente a sua complexidade. Ou seja, ainda que a criança tenha idade para fazer pareamento e justaposição, ela pode não apresentar respostas visuais para tanto. Por isso, primeiro a estimulamos para melhorar a qualidade funcional de visão.

Em geral, crianças com 1 ano e 6 meses já realizam boa justaposição. Em alguns casos até antes. Nessa mesma fase, começam a oralizar e interagir melhor, porém esse é um fator que sempre procuro respeitar muito, pois algumas crianças desenvolvem essa área mais rapidamente que outras.

Teste, ajuste, adapte...

Bem, quem já nos conhece sabe que somos adeptas a testagens e respeitamos muito a fase de desenvolvimento de cada um. Dessa forma, se a criança não oraliza eu opto por mostrar as imagens e instigar a mesma a encontrar o igual. Por outro lado, tem criança que responde muito bem aos estímulos e buscamos tornar as atividades mais desafiadoras.

Portanto, avaliamos continuamente suas habilidades visuais, perceptivas e cognitivas para:

  • determinar a medida das placas e das figuras,
  • escolher entre alto ou baixo contraste e quais nuances de cor,
  • optar por figuras mais simples ou detalhadas,
  • trabalhar com letras, números ou palavras, associados ou não a imagens,
  • estabelecer a distância de visualização,
  • definir a quantidade de figuras, etc.

Para não errar, a melhor alternativa é sempre ter um profissional que irá avaliar cada caso isoladamente. A partir das respostas recebidas, ele orientará os exercícios a serem realizados, usando ou não tampão, na escola e/ou pelos pais e cuidadores.

recurso de pareamento e justaposição para estimulação visual

11 exemplos de pareamento e justaposição

Veja alguns modelos! Na verdade, mesclamos bem as diferentes formas de usar este recurso.

1 - Figuras simples e sem detalhes

Placas com figuras simples, de formas mais conhecidas ou do cotidiano. São ideais no início do programa de estimulação.

2 - Contrastes

Placas com fundo branco com figuras coloridas; fundos coloridos com imagens brancas; fundo preto com imagens coloridas; fundo colorido com imagens pretas; e combinação de fundos coloridos com imagens coloridas (usando cores opostas, cria-se um ótimo contraste, por exemplo, azul e amarelo). Além da combinação perfeita do preto com branco e branco com preto.

3 - Cores

Placas com figuras coloridas ou paletas de cores e tons.

4 - Detalhes

Placas com figuras mais elaboradas ou que a diferença entre elas está nos detalhes (tanto em relação à forma, como às cores).

5 - Sombras e contornos

A imagem usada para reprodução é a sombra ou contorno da imagem da base.

6 - Figuras x objeto concreto

Associação de placas de figuras com formas geométricas ou imagens e desenhos bidimensionais com os objetos concretos (3D) correspondentes.

7 - Partes

As atividades podem conter a metade da figura apresentada na placa base ou parte dela; ou até mesmo as metades que ao se juntar formam o todo.

8 - Figura-fundo

Em geral são mais complexas porque uma figura pode se sobrepor à outra ou se confundir com o fundo.

9 - Orientação espacial e lateralidade

Placas de figuras com poucos ou muitos detalhes que se diferenciam em relação a sua posição. Trabalham conceitos como direita, esquerda, em cima, em baixo, ao centro, fora e dentro. Exigem maior atenção!

10 - Constância perceptual

Associação de formas geométricas, dispostas em qualquer direção, com as figuras observadas no modelo da placa base.

11 - Letras e números

Ótimo com adultos e crianças em fase de alfabetização e início de leitura. É um excelente material para avaliar tamanhos de fontes e distâncias.

Loja de recursos pedagógicos e terapêuticos

#nossaLOJAtem

Você quer ter placas de pareamento e justaposição como essas? Veja as opções para download ou plastificadas na loja do Visão na Infância!

 

Dica para usar pareamentos em casos de estrabismo

O segredo ao aplicar atividades de pareamento e justaposição para o tratamento de estrabismo está em como você posiciona a placa base em relação à criança. 

  • Se o diagnóstico for estrabismo convergente e a prescrição indicar exercícios de abdução: mostre o estímulo do lado do olho a ser trabalhado, e use tampão no outro olho. Assim ele segue com o olhar em direção às orelhas.
  • Se o diagnóstico for estrabismo divergente e a prescrição indicar exercícios de adução: mostre o estímulo do lado do olho fechado com o oclusor, oposto ao olho trabalhado. O olhar deve seguir em direção ao nariz.
  • Se for insuficiência de convergência: fique de frente para a criança, na linha mediana. Mostre as figuras na altura da ponte nasal (variando um pouco mais para cima ou para baixo). O estímulo faz ambos os olhos convergirem em direção ao nariz. Também é possível trabalhar a acomodação (intercalar o olhar distante e perto), mostrando a figura ao longe e a criança marcando a com a mesma correspondência na placa próxima a ela.

 

Sem nem perceber, as crianças movimentam e mantém os olhos por mais tempo na posição desejada, enquanto estão concentradas em completar a atividade.

recurso de pareamento e justaposição para estimulação visual

Una-se a nós, por um novo olhar sobre o desenvolvimento e a aprendizagem da criança.

Faça como milhares de pais e profissionais que já recebem grátis
nossas publicações. cuidE da visão na infância e compartilhE O que aprende !

 | Nossos emails são esporádicos e não lotam sua caixa de mensagens. |



Compartilhe e ajude-nos a cuidar da visão na infância!