Visão dos bebês: você sabe como eles enxergam?

11/11/2016 0 Por Maria Amélia M. Franco
Visão dos bebês: você sabe como eles enxergam?

A visão dos bebês se desenvolve por estímulos! É assim desde o primeiro olhar do bebê. Mas, como? O que vê? Valorizamos tanto o sentido da visão que é impossível deixar de querer entender se, quando e como os bebês enxergam. Essa é uma dúvida e uma curiosidade que as pessoas têm.

E devem ter e buscar saber mais! Por isso, acompanhe neste post os principais marcos do desenvolvimento visual nos primeiros seis meses de vida. E vá além!
Para ajudar você, preparamos também um eBook exclusivo. Nele você vai perceber como a visão dos bebês é complexamente linda e reveladora. Costumo dizer que não são os olhos que veem, mas o cérebro.

Afinal, uma criança pode nascer com a estrutura ocular perfeita e não ver, se houver algum dano no córtex cerebral. Por outro lado, se houver algum problema nos olhos, ela aprende a enxergar usando a visão residual e outros sentidos, pois é fascinante a capacidade do cérebro de aprender a ver.

Mês a mês, o que o bebê está enxergando?

O que um bebê enxerga e é capaz de fazer com a sua visão em desenvolvimento talvez seja diferente da ideia que você tem de ver as coisas. Por quê?

Porque o sistema visual não está totalmente formado ao nascer e amadurece ao longo dos anos, no que diz respeito à anatomia dos olhos e às conexões com o sistema nervoso central.

As principais estruturas oculares do feto estão formadas ao final do primeiro trimestre de gestação. Contudo, o desenvolvimento da visão dos bebês se inicia quando o recém-nascido abre os olhos e recebe a luz na retina pela primeira vez.

Dr. Romesh Angunawela, cirurgião oftalmologista no hospital Moorfields Eye, em Londres, mostra nestas incríveis imagens como os bebês enxergam o mundo ao seu redor ao longo do primeiro ano de vida.

Marcos do desenvolvimento visual

No começo a visão é borrada, sem foco ou diferenciação de cores e vai melhorando gradativamente no bebê saudável, conforme os estímulos e a maturidade dos sistemas visuais. No primeiro mês, percebe a luz, fixa brevemente o olhar e reage ao movimento de pessoas. O rosto de quem se aproxima é um estímulo maravilhoso, como quando o admiramos enquanto amamentamos.  

Com três meses percebemos que ele “enxerga melhor”. Isso porque entre o segundo e o terceiro mês de vida começa a reconhecer as cores, o que é notável quando o bebê se mostra mais interessado em explorar o ambiente ao seu redor. Nessa fase começa a fixar melhor o olhar e, então, iniciam-se as tentativas de seguimento de um objeto em movimento.

A partir dos quatro meses começa a exercitar a coordenação visomotora: um importante avanço no desenvolvimento neuromotor. Notamos que o bebê passa a observar atentamente as próprias mãos e as movimenta diante dos seus olhos e a partir daí evolui rapidamente. É também entre quatro e cinco meses que ele demonstra ter percepção de profundidade. Observe, pois de uma hora para outra descobrimos uma nova habilidade! 

Ao sexto mês de vida já apresenta boa acuidade visual. Bem, não é igual a de um adulto, mas distingue contorno, cores e detalhes, e possui visão tridimensional! Toda oportunidade de a criança explorar um espaço em segurança, de examinar objetos de diferentes formatos, texturas e cores e de incitá-la a começar a engatinhar e posteriormente andar e transpor obstáculos é saudável à continuidade do desenvolvimento do seu córtex visual. 

A criança verá com a nitidez de um adulto com visão normal – o que chamamos de visão 20/20 – com cerca de cinco anos de idade.

Visão, sentido soberano

Como demandamos da visão! Fala-se que 80% do que as crianças aprendem durante os primeiros anos de vida é processado por meio da sua visão. Faz sentido, porque publicações sobre neurociências já indicam 32 áreas cerebrais envolvidas no processamento visual.

É através do olhar que criamos laços e fortes conexões filiais. Sem contar que vivemos em uma sociedade imagética, excludente para aqueles com dificuldades visuais… Desprovida de acessibilidade e de sólidas políticas de inclusão.

Enfim, há muito por dizer e explicar. Vale conferir o eBook, revisado pela especialista em oftalmopediatria e estrabismo, Dra. Cláudia Cabral Dettmer. Elaboramos ele para você entender não apenas como a visão dos bebês se desenvolve, mas para saber ainda quais brincadeiras ajudam a estimular a visão. 

São atividades que irão ajudá-lo a avaliar as respostas visuais aos estímulos e se está tudo bem!

Fatos importantes sobre o desenvolvimento visual

Criamos um eBook colorido, recheado de informações e com dicas valiosas para você cuidar da visão da criança. Acesse grátis o eBook “Desenvolvimento visual: como os bebês enxergam, quais brincadeiras estimulam a visão e quando os pais devem se preocupar”. Brincando, você perceberá os sinais de que o bebê está evoluindo bem! 

Além de poder curtir cada detalhe do desenvolvimento do bebê, você terá conhecimento para perceber que algo não está legal. O diagnóstico e a estimulação visual precoces são importantes aliados no desenvolvimento das funções visuais de crianças com baixa visão.

eBook Desenvolvimento Visual

Os cuidados com a visão na infância começam aqui. Fique atento aos sinais de problemas visuais desde bebê. Só depende de você!



Compartilhe e ajude-nos a cuidar da visão na infância!